sábado, setembro 30, 2006

A vida dá tantas voltas...

"A vida dá tantas voltas, que às vezes a vida tem medo das voltas que a vida dá..."
Olga Mourato

sexta-feira, setembro 29, 2006

A vida...

"A vida é maravilhosa se não se tem medo dela."
Charles Chaplin

Pensamos...

"Pensamos demasiadamente e
Sentimos muito pouco…
Necessitamos mais de humildade
Que de máquinas.
Mais de bondade e ternura
Que de inteligência.
Sem isso,
A vida se tornará violenta e
Tudo se perderá."
Charles Chaplin

As pausas que o Tempo tem

Brincar, ler ou cantar,
Contar, rir ou construir
Tudo se traça então
Por aquela simples paixão:
A de ajudar a Crescer.
Das horas fazemos dias
Dos dias semanas, um mês
Parar não está no plano!
Corremos por gosto, talvez.
De um risco nasce um pintor
De um gesto um actor
De um som uma canção
De uma só palavra nasce
O dom da comunicação
De tal modo embrenhados nesta organização
Um risco corremos porém:
Da urgência de Fazer
Nos levar a esquecer
De dar um tempo também
Às pausas que o Tempo tem!

Margarida Avillez Ataíde

É verdade...

"Tudo está pelo melhor, no melhor dos mundos possíveis"
Voltaire

quinta-feira, setembro 28, 2006

Educadora de Infância

A educadora de infância trabalha com os meninos que ainda não chegaram à idade escolar, ou seja, que ainda não começaram o ensino básico.
Através de brincadeiras e jogos vai ajudando as crianças a aprenderem muitas coisas que vão ser importantes quando começarem a aprender a ler, escrever e contar.
Não é qualquer pessoa que pode ser educador de infância. É preciso estudar numa escola especial e depois fazer um estágio num jardim de infância, onde se mostra aos educadores tudo o que se aprendeu e aprende melhor a sua profissão com as crianças.
Depois vai para os colégios e para os jardins de infância onde está com os meninos e meninas até aos seis anos, que é quando estes vão para a escola.
Tudo parece muito fácil, mas não.
Para ser educador de infância é preciso fazer muitas coisas com as crianças para além de brincar.
É preciso ensiná-las a olhar para as coisas e a descobrir o nosso mundo: os animais, as plantas, como lavar os dentes, as cores, etc.
Também mostram aos meninos que devemos todos ser amigos e respeitar os outros.
Sabias que existem educadores que se dedicam só a crianças com problemas físicos ou mentais?
Retirado do Site Júnior

quarta-feira, setembro 27, 2006

Banho de banheira...

Sim eu sei que gasta muita água...
Sim eu sei que devemos poupar em vez de esbanjar água...
Sim eu sei que se todas as pessoas também tomassem banho de banheira não havia mais água...

Mas apetecia-me há muito tempo...
Mas queria relaxar...
Mas é bom para pensar na vida...

Mas... mas... não tenho desculpa...
Mil perdões não se volta a repetir...

terça-feira, setembro 26, 2006

Sorri

Sorri

Sorri, quando a dor te torturar ...
E a saudade atormentar ...
Os teus dias tristonhos, vazios ...
Sorri, quando tudo terminar ...
Quando mais nada restar ...
Do teu sonho encantador ...
Sorri, quando o sol perder a luz ...
e sentires uma cruz ...
Nos teus ombros cansados, doloridos ...
Sorri, vai mentindo a tua dor ...
e ao notar que tu sorris ...
Todo mundo irá supor ...
que és feliz!
(Charles Chaplin)

Esquece e vai sorrir

Esquece e Vai Sorrir

by Habacuque Lima

Deixa eu te provar toda a mágica
E modificar essa história
Pois se eu não consigo ser
Simplesmente um bom amigo
É porque nem mal amigo eu posso ser
Deixa eu te provar: não há lógica
Negligenciar toda a tática
E calar, pro nosso bem,
Tudo aquilo que convém dizer
Quando eu entregar as flores pra você
Vai passar
E você nem vai lembrar
Vai passar, tudo passa
Vai passar, pense em mim quando acabar
Vai passar, tudo passa
Deixa eu te provar
Uma lágrima
Pode derramar da memória
E trazer consigo as dores
De quem teve amores como eu
E não foi capaz de compreender
O que aconteceu
Vai passar
Tudo um dia há de acabar
Vai passar, tudo passa
Vai passar, e enfim pra terminar
Vai sorrir e achar graça
Vai sorrir
E achar graça

Alguém que te faz sorrir

Alguém Que Te Faz Sorrir

by Lucas Silveira

Eu nunca consegui saber diferenciar
Não querer com não mais sentir
Não merecer com não mais amar
E hoje eu estou aqui
Sem ter lugar pra ficar
Escrevendo canções pra que
Você possa escutar
Com outro alguém do seu lado
Alguém que te faz sorrir
Alguém que vai te abraçar
Quando a escuridão cair
Te impedindo de me enxergar
E eu que hoje estou aqui
E pra sempre vou ficar
Segundos antes de dormir
De mim você vai lembrar
Tente me ouvir
Tente me ver
Um outro alguém (eu vou buscar)
Eu juro que eu vou ser!
Alguém que te faz sorrir
Alguém que vai te abraçar
Quando a escuridão cair
Quando você precisar
De alguém que não vai mentir
Que não quer te magoar
Segundos antes de dormir
De mim você vai lembrar

Conclusão...

sábado, setembro 23, 2006

Conta-me...

“Ah, pudesse eu voltar à minha infância!
Minha velha Aia!
Conta-me essa história que principiava,
tenho-a na memória, «Era uma vez…»”
António Nobre, “Só”

As Histórias no Jardim-de-Infância

Cabe a cada um de nós, transmitir às crianças, as histórias que fazem parte da nossa cultura popular.

No jardim-de-infância, cabe ao educador criar condições materiais e humanas de verdadeira comunicação para que as crianças possam manifestar os seus interesses e necessidades, exprimir sentimentos, trocar experiências e saberes.

Desenvolver a imaginação, enriquecê-la e, ao mesmo tempo, dar à criança a capacidade de distinguir o maravilhoso do real, é uma das funções do conto. E, nesse campo, a literatura popular fornece-nos um manancial inesgotável. Transmitidas por milhares de pessoas, as histórias passam de geração em geração, são pertença de um património colectivo que é de nós todos.

As histórias foram, ao longo dos séculos, uma forma de literatura e uma “arte” que a criança sabe interpretar melhor que ninguém. È por isso que, segundo Bruno Bettelheim, “nada é mais enriquecedor e satisfatória, quer para a criança quer para adulto, do que o popular conto de fadas” (1975:11).
Não há maneira melhor de transmitir informação densa do que por meio de uma história. Por isso elas têm poder. Os livros e as histórias incorporam esse poder. Cada livro ou história provoca uma reacção na criança, desperta-a.
A literatura infantil, por iniciar o homem no mundo literário, deve ser utilizada como instrumento para a sensibilização da consciência, para a expansão da capacidade e interesse de analisar o mundo. Sendo fundamental mostrar que a literatura deve ser encarada, sempre, de modo global e complexo na sua ambiguidade e pluralidade.
“Para que uma história possa prender verdadeiramente a atenção de uma criança, é preciso que ela a distraia e desperte a sua curiosidade. Mas, para enriquecer a sua vida, ela tem que estimular a sua imaginação; tem de ajudá-la a desenvolver o seu intelecto e esclarecer as suas emoções; tem de estar sintonizada com as suas angústias e as suas aspirações; tem de reconhecer plenamente as suas dificuldades e, ao mesmo tempo, sugerir soluções para os problemas que a perturbam. Em suma, precisa de estar simultaneamente relacionada com todos os aspectos da sua personalidade – e isto sem nunca a amesquinhar, mas, pelo contrario, dando todo o crédito à seriedade das suas exigências e dando-lhe conjuntamente a confiança em si própria e no futuro.” (Bruno Bettelhem, 1975: 11)
O educador precisa de conhecer bem o conto e de gostar dele, contando com emoção, embora sem excesso de dramaticidade. É importante que as imagens sejam apresentadas uma de cada vez, pela ordem. “O modo como o educador lê para as crianças e utiliza diferentes tipos de texto constituem exemplos de como e para que serve ler. Na leitura de uma história o educador pode partilhar com as crianças as suas estratégias de leitura, por exemplo, ler o titulo para que as crianças possam dizer do que trata a história, propor que prevejam o que vai acontecer a seguir, identificar nomes e as actividades dos personagens…” (OCEPS, pág. 70)
As histórias que mais agradam podem repetidas várias vezes, desde que sejam solicitadas. “O contacto com a escrita tem como instrumento fundamental o livro. É através dos livros, que as crianças descobrem o prazer da leitura e desenvolvem a sensibilidade estética. Por isso, os livros devem ser escolhidos segundo critérios de estética literária e plástica.” (OCEPS, pág. 70)
É importante ressaltar que o objectivo da história não é dar lições de moral ou passar conceitos e ideologias, mas sim alimentar o mundo imaginário da criança, ajudando-a a compreender melhor o mundo real.
-> Alguns paragrafos da minha monografia "As Histórias no Jardim-de-Infância"

Acredito

“Acredito que a imaginação pode mais que o conhecimento.
Que o mito pode mais que a história.
Que os sonhos podem mais que a realidade.
Que a esperança vence sempre a experiência.
Que só o riso cura a tristeza.
E acredito que o amor pode mais que a morte.”


Robert Fulghum

quarta-feira, setembro 20, 2006

Congresso do Educador de Infância eu fui...

Hoje foi o 4º Congresso Educação Hoje do Educador de Infância na FIL em Lisboa, e eu fui, mais a minha amiga Cristiana, foi bom estar com ela e matar as saudades.
Gostei do congresso, das comunicações, principalmente a da Elena Bautista e a da Susana Alves por relatarem experiencias passadas mesmo no jardim-de-infância, mas no geral o balanço foi positivo.
Além disso tivemos ofertas, a pasta do aluno 5/6 anos do Palmo e Meio, a pasta pedagogica Opostos e uma pasta da texto editores, e lanche de manha e de tarde muito bom e um almoço espectacular.

terça-feira, setembro 19, 2006

Mais vale...

Mais vale desempregada do que trabalhar num sitio daqueles!
Um sitio onde as pessoas são mal recebidas, onde não dão as informações necessárias sobre a rotina das crianças, sobre o que as crianças têm andando a fazer e estão habituadas a executar, deixam-te sozinha numa sala com 20 crianças de 2/3 anos numa sala minuscula, onde te dizem quando uma criança vai à casa-de-banho tens que ir com ela e as outras ficam sozinhas na sala, onde te dizem que as crianças nao podem brincar porque os brinquedos são novos e não os podem estragar, onde também não podem estar sempre nas mesas, onde tudo o que fazes está mal, onde metem em causa as tuas competencias porque deixast as crianças brincar e uma das crianças se sentou na cama dos bonecos.
Um sitio onde as colegas enchem os ouvidos da dr.ª e a dr.ª acredita. Um sitio onde tens que levar o material todo para trabalhar e as crianças também levam material. Um sitio que até as crianças têm que levar água para beber!
Um sitio onde só sabem criticar e falar mal nas costas!
Um sitio onde eu não quero estar!

segunda-feira, setembro 18, 2006

Triste da vida :(

Parecia tudo muito bom mas depressa se mostrou que era muito mau... Já não trabalho!
Pra além de estar triste por isso, também estou porque a minha bisavo faleceu na sexta-feira, por isso a minha vida corre mesmo mal.
É triste verificar que existem pessoas más e que gostam de lixar os outros...
Depois venho contar as coisas todas.

quarta-feira, setembro 13, 2006

Feliz da vida =)

Ontem fui a uma entrevista a Lisboa =).
A senhora que entrevistou disse-me quase na entrevista que ficava, disse que me ligava ontem até às 17h e não ligou, pensei que não ficava.
Hoje às 8:30 o telemovel tocou e era a mesma a dizer que tinha ficado e era para começar a trabalhar amanha, e para ir lá hoje pra tratar da papelada.
Até parece mentira.
Vamos lá ver como vai correr.

domingo, setembro 10, 2006

Mais uma...

E hoje (dia 9) fui a mais uma entrevista. Adorei as instalações :).
A entrevista correu bem, agora é aguardar, é para começar em outubro e é para a creche.
Se tiver que ser será.

Este é que é...

Este é que é mesmo o meu bolo de anos =) uma fatia pa todos =) e obrigada mais uma vez =)

sexta-feira, setembro 08, 2006

Obrigada =)

Uma fatia de bolo para cada pessoa que se lembrou de me dar os parabéns =)
Obrigada a todos =)


Mais um anito já cá canta...

Faz hoje, 22 anos, que esta especie de gente nasceu, ou seja, eu =).
Parabéns para mim...
Obrigada a todos que se lembraram de mim e me deram os parabéns.

quinta-feira, setembro 07, 2006

Uma oportunidade

Afinal não era mais um apanhado, como referi liguei às 18h e era para marcar entrevista para sábado =).
Vamos lá ver como vai ser.
Façam figas por mim.

E os apanhados não param...

Ontem pelas 20:05, ligaram-me mas como estava a jantar não ouvi o telemovel. Quando vi tentei ligar uma data de vezes e nada. Não conhecia o número, número de Lisboa, talvez de algum jardim, então pensei "Ligo amanhã".
Hoje liguei logo para lá e fiquei abismada.
Perguntei porque é que me tinham ligado e a rapariga não sabia dizer, perguntou-me se me tinha inscrito em algum colégio, e eu disse que sim mas não sabia porquê me tinham ligado, e ela também não e disse-me para ligar a partir das 18h que já lá estava a direcção.
Têm pessoas atender o telefone que nem sabem responder a uma simples questão, bem...
Mais um apanhado para a minha colecçao.
Às 18h vou ligar...

Fui apanhada... ou talvez não...

10 h

telemovel trim trim trim

eu atendo
"Estou sim"

do outro lado
"Bom dia, daqui é do Jardim de Infancia XXXXXXXXXX"

eu "Sim"

do jardim "Era para saber s estava interessada em vir a uma entrevista hoje às 14 horas?"

eu "claro"

jardim "mas por volta das 11h e pouco ligamos outra vez para confirmar, é que estamos em entrevistaa e pode nao ser necessario mais"

"Sim, está bem, fico aguardar"

puff desliga-s

11h 20m

trim trim trim

"Bom dia, ligamos ha pouco e era para desmarcar a entrevista de hoje"

eu "ok obrigada"

jardim "mas ficamos aqui com o seu curriculo para quando for necessario"

puff

desligou-s

fui apanhada
tive para perguntar se era para os apanhados
Ups...

é melhor conhecer o(a) parceiro (a) antes de casar para não acontecer nenhum imprevisto loool

terça-feira, setembro 05, 2006

O que é melhor?

Novas tecnologias ou simplesmente um abraço?

O Verão está a terminar...

José Cid - A Pouco e Pouco (Favas com Chouriço)

ehehheheh
Mais vale previnido...

Creches privadas mais caras que universidades

Só no concelho de Lisboa, há mais jardins-de-infância privados (93) do que nos três distritos do Alentejo (85). A maior parte das creches abriu portas ontem. Deixar um bebé num infantário privado pode custar mais de 300 euros, um valor superior às propinas das universidades privadas.

É um rombo no orçamento dos pais que têm de colocar os mais pequenos numa creche durante o horário de trabalho. Os jardins-de-infância (JI) particulares já abriram portas e esta será uma semana essencialmente para adaptação dos bebés e crianças aos novos espaços, colegas, educadores e funcionários. No final do mês, chega a factura – e a mensalidade numa creche particular pode ascender aos 350 euros, mais do as propinas numa universidade privada – os valores mínimos rondam os 230 euros.

Artigo Completo

Benefícios do Iogurte

O Iogurte é um dos alimentos com mais nutrientes que possuimos no nosso quotidiano. Para o seu dia a dia ou para uma saudável dieta, o Iogurte deve marcar a sua presença.
O Iogurte é um dos alimentos com mais nutrientes que possuimos no nosso quotidiano. Para o seu dia a dia ou para uma saudável dieta, o Iogurte deve marcar a sua presença.
O Iogurte é um alimento lácteo fresco que resulta da acção fermentativa das bactérias lácteas, com ou sem o acrescento de outros produtos lácteos. Os Iogurtes oferecem já uma enorme variedade ao nível dos sabores, dos acompanhamentos, composição nutricional, consistência e dos pontos de relacionados com dietas, que nunca esquecem a vertente nutricional.
O Iogurte é um excelente "companheiro" da flora intestinal, o que singnifica que actua muito bem na prevenção da diarreia. Assim, e não só por causa do seu forte contributo nutricional, a ingestão do Iogurte é também eficaz na redução do período de diarreia devido à mal absorção de lactose e da modulação do sistema imunitário.
O Iogurte possibilita a transmissão de várias vitaminas: a A, B1, B2, B6, B12, niacina, ácido pantoténico e ácido fólico. Este alimento é igualmente rico em minerias e permite também ingerir cálcio, fósforo, potássio, magnésio, zinco e iodo. Contudo, o mineral mais habitual, e em maiores quantidades no Iogurte, é o cálcio. É a partir da notável presença do cálcio que o Iogurte assume a sua clara importância.

segunda-feira, setembro 04, 2006

Eu sou uma...


Mulher Chorona

by N/A

Êta mulher chorona
Chora feito uma sanfona
Arruma as malas e diz que vai embora
Dali a pouco se arrepende e chora
Chora de amor, chora de paixão
Chora de saudade, chora de emoção
Chora quando quer, chora sem parar,
Mulher chorona chega de chorar.

Ah pois é...

Na quarta-feira fui inscrever-me no ginásio, esta semana começo a ir =).
E na sexta-feira fui-me pesar, uma semana depois de ter começado a dieta, e surpresa das surpresas EMAGRECI :D 1, 200 kg.

Com esforço e força de vontade, devagarinho eu consigo =).

sexta-feira, setembro 01, 2006

Depois de 16 anos...

Depois de 16 anos a estudar, fora 1 ano de jardim-de-infância, que faz 17 anos, não tenho que comprar livros, material, matricula, etc.
No supermercado ao ver as pessoas a comprarem, deu-me uma nostalgia e saudades de fazer aquilo, algo que agora não farei mais.
É assustador!!!! (Como dizia um professor meu do Pólo, quem será que acerta quem dizia isto?)
É como pequenas coisas como esta que me apercebo que estou mesmo numa nova etapa da minha vida, e na situação em que me encontro.
Continuo sem trabalho e cada dia que passa vou desanimando mas não perco a esperança!!!