domingo, novembro 26, 2006

Decorando pastas...

Quem tinha estado lá antes tinha começado as pastas, mas eu e a minha colega achamos que estavam muito tristes, que precisavam de algo mais, portanto as crianças deram asas à imaginação.

É preciso sonhar....
Excelência

domingo, novembro 19, 2006

Somos sempre lindas...

Mesmo quando nos sentimos em baixo, somos lindassssssss :)
E tu que me les és linda sempre, não duvides. E tu és lindo também :).

Não desapareci...

Não, eu não desapareci deste mundo dos blogs.
Simplesmente houveram algumas mudanças na minha vida, para melhor. :)
Desde segunda-feira, que me encontro a trabalhar :), oba oba.
Até ver, estou a gostar.
Estou a fazer o prolongamento todos os dias num jardim-de-infância público da zona de lisboa, das 15h às 19h.
Por isso, andar um pouco afastada daqui.
Depois falo mais, vamos lá ver como vai correndo.

sábado, novembro 11, 2006

quinta-feira, novembro 09, 2006

Infância
Felicidade das Crianças
Professora do Mundo...

Professoras de Portugal, Brasil, de todo o Mundo :)
Direitos da criança
CRIANÇAS NO PALCO

eheheh :)

terça-feira, novembro 07, 2006

segunda-feira, novembro 06, 2006

Lindo - prova de amor

só uma criança para ter uma atitude destas... :)

domingo, novembro 05, 2006

Muito bonito...

não fui eu que fiz mas achei muito lindo e diz muitas coisas que eu sinto.
Queria te dizer amo você...

Para pensar...

"Freud ensinou que o amor era a supervalorização. Ou seja, se você visse o objeto amado como realmente é, não seria capaz de amá-lo".
- Saul Bellow


Não sabes, criança? 'Stou louco de amores...
Prendi meus afetos, formosa Pepita.
Mas onde? No templo, no espaço, nas névoas?!
Não rias, prendi-me
Num laço de fita.
- Castro Alves


"Durante toda a vida, eu não podia sequer conceber em meu íntimo outro amor, e cheguei a tal ponto que, agora, chego a pensar por vezes que o amor consiste justamente no direito que o objeto amado voluntariamente nos concede de exercer tirania sobre ele."
- Fiódor Dostoiévski

"Um covarde é incapaz de exibir amor; amor é a prerrogativa do bravo".
- Mahatma Gandhi

"Amor não domina, cultiva".
- Goethe


"Em matéria de amor, o silêncio vale mais do que a fala".
- Pascal


"O verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá, mais se tem".
- Saint-Exupéry

Quando fala o amor, a voz de todos os deuses deixa o céu embriagado de harmonia".
- William Shakespeare


"Se eu sei o que é o amor, é por sua causa".
- Hermann Hesse

Amor

A palavra amor (do latim amore) presta-se a múltiplos significados na língua portuguesa. Pode significar afeição, compaixão, misericórdia, ou ainda, inclinação, atração, apetite, paixão, querer bem, satisfação, conquista, desejo, libido, etc. O conceito mais popular de amor envolve, de modo geral, a formação de um vínculo emocional com alguém, ou com algum objeto que seja capaz de receber este comportamento amoroso e alimentar as estimulações sensoriais e psicológicas necessárias para a sua manutenção e motivação.
Fala-se do amor das mais diversas formas: amor físico, amor platônico, amor materno, amor a Deus, amor à vida. É o tipo de amor que tem relação com o caráter da própria pessoa e a motiva a amar (no sentido de querer bem e agir em prol).
As muitas dificuldades que essa diversidade de termos oferece, em conjunto à suposta unidade de significado, ocorrem não só nos idiomas modernos, mas também no grego e no latim. O grego possui outras palavras para amor, cada qual denotando um sentido específico. No latim encontramos amor, dilectio, charitas, bem como Eros, quando se refere ao amor personificado numa deidade.
Amar também tem o sentido de gostar muito, sendo assim possível amar qualquer ser vivo ou objeto.
Atração física
Na atração física reside os nossos instintos atrelados ao nosso estado fisiológico como as necessidades sexuais, prazer e perpetuidade da espécie.
Paixão
A paixão é um sentimento oriundo da afinidade intelectual, da afinidade de interêsses, da admiração sobre a personalidade alheia, do nível comparativo de utilidade da própria personalidade e sua conseqüente reafirmação.
Amor
No amor reside o sentimento de gratidão, instintivo, compaixão, doar-se sem a consciente intenção de esperar algum retorno. É o caso do amor oriundo da troca diária de afeto, tolerância, respeito e zêlo, entre os cônjuges. É o caso do amor instintivo da mãe ou do pai pelo filho, do filho pela mãe ou pelo pai.
Retirado daqui
Será?!

sábado, novembro 04, 2006

Pergunto-me muita vez...

Pergunto-me muita vez:
Que fiz eu a Deus para merecer isto?!

sexta-feira, novembro 03, 2006

Desafio 5 manias

A Rute dos blogs http://puericultura.my1blog.com/ e http://miminhosdarute.blogspot.com/ fez-me um desafio: dizer 5 manias minhas. Ui, que desafio pensar nas minhas manias :).
Então vamos lá ver:
1- Estar sempre na net...
2- Tirar fotografias de tudo e de todos...
3- Chorar por tudo e por nada...
4 - Andar sempre a pesquisar sobre os variados temas que se falam no jardim-de-infância...
5- Sonhar muito...
Agora lanço o desafio a:
Parabéns Ricardo

Parabéns :)
Tu és lindo e mereces o mundo! Tem um bom dia de anos. :)