domingo, novembro 05, 2006

Para pensar...

"Freud ensinou que o amor era a supervalorização. Ou seja, se você visse o objeto amado como realmente é, não seria capaz de amá-lo".
- Saul Bellow


Não sabes, criança? 'Stou louco de amores...
Prendi meus afetos, formosa Pepita.
Mas onde? No templo, no espaço, nas névoas?!
Não rias, prendi-me
Num laço de fita.
- Castro Alves


"Durante toda a vida, eu não podia sequer conceber em meu íntimo outro amor, e cheguei a tal ponto que, agora, chego a pensar por vezes que o amor consiste justamente no direito que o objeto amado voluntariamente nos concede de exercer tirania sobre ele."
- Fiódor Dostoiévski

"Um covarde é incapaz de exibir amor; amor é a prerrogativa do bravo".
- Mahatma Gandhi

"Amor não domina, cultiva".
- Goethe


"Em matéria de amor, o silêncio vale mais do que a fala".
- Pascal


"O verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá, mais se tem".
- Saint-Exupéry

Quando fala o amor, a voz de todos os deuses deixa o céu embriagado de harmonia".
- William Shakespeare


"Se eu sei o que é o amor, é por sua causa".
- Hermann Hesse

Sem comentários: