quarta-feira, maio 09, 2007

E como nada é certo...

Pois é, na vida nada é certo e nunca se sabe o dia de amanhã.
Por isso, voltei para o grande grupo das educadoras desempregadas.
Estou triste, por não continuar com as "minhas" crianças, de resto não estou.

1 comentário:

Sofia disse...

força...deve ser tao dificil, nem quero imaginar...mil beijinhos